Compartilhar
Informação da revista
Vol. 70. Núm. 6.
Páginas 686-687 (01 Novembro 2020)
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Vol. 70. Núm. 6.
Páginas 686-687 (01 Novembro 2020)
Carta ao Editor
DOI: 10.1016/j.bjan.2020.10.006
Open Access
Em resposta a: Uso preventivo de cetamina nebulizada para controle da dor após amigdalectomia em crianças: estudo randômico e controlado
Response to: Preemptive nebulized ketamine for pain control after tonsillectomy in children: randomized controlled trial
Visitas
...
Matheus Medina, Vinícius Dokkedal‐Silva, Sergio Tufik, Monica Levy Andersen
Autor para correspondência
ml.andersen12@gmail.com

Corresponding author.
Universidade Federal de São Paulo, Departamento de Psicobiologia, São Paulo, SP, Brasil
Informação do artigo
Texto Completo
Bibliografia
Baixar PDF
Estatísticas
Texto Completo
Prezada Editora,

Lemos com grande interesse o artigo de Abdel‐Ghaffar e colegas1 investigando, em 100 pacientes pediátricos, o uso preemptivo de cetamina nebulizada para controle da dor após amigdalectomia. Esses pacientes relataram eficácia da intervenção no alívio da dor pós‐tonsilectomia e a nebulização é uma via de administração alternativa à cetamina intravenosa (IV). O relato constitui progresso muito importante na técnica anestésica para tonsilectomia, pois pode influenciar a escolha da via de administração da medicação e a prevenção da dor pós‐operatória, que se inadequadamente tratada, pode levar à desidratação e hospitalização prolongada. Também pode ser útil para evitar complicações associadas ao uso de opioides sistêmicos e Anti‐Inflamatórios Não Esteroides (AINE), especificamente depressão respiratória, sedação, náuseas, vômitos e interferência no sangramento.

O desfecho primário do estudo foi o consumo de analgésicos de resgate nas primeiras 24 horas pós‐operatórias. Entretanto, gostaríamos de ampliar a discussão e incluir dados relativos à qualidade do sono pós‐operatório, outro parâmetro que também pode ser influenciado pelo uso preemptivo de cetamina nebulizada. O monitoramento da qualidade do sono no pré‐ e pós‐operatório por meio de polissonografia em laboratório do sono, por exemplo, pode detectar qualquer distúrbio do sono previamente inexistente. O distúrbio do sono pode não ser apenas consequência da dor, mas também um agente causador ou fator agravante.2 Assim, maior eficiência do sono e tempo de sono podem ser um sinal de melhora no controle da dor no pós‐operatório.3 Além disso, a associação bidirecional de sono e dor já foi descrita.4

Isso poderia ser estendido a outras cirurgias otorrinolaringológicas pediátricas comuns, como a adenoidectomia. Estudo que descreve procedimento com cetamina nebulizada, semelhante ao usado por Abdel‐Ghaffar e colegas,1 relatou melhora na dor pós‐operatória;5 no entanto, faltam estudos clínicos sobre seus efeitos analgésicos pós‐operatórios na adenoidectomia isolada, e mais estudos são necessários. Esses poderiam considerar o uso da qualidade do sono como uma medida de desfecho.

Apesar dos importantes avanços feitos na compreensão dos mecanismos e tratamento da dor, a dor pós‐operatória continua sendo um problema de saúde e está associada a diversos efeitos adversos. Portanto, é relevante entender se o uso preemptivo de cetamina nebulizada reduz a dor após cirurgias otorrinolaringológicas pediátricas. A administração de cetamina nebulizada é uma prática relativamente recente, e os estudos sobre sua eficácia analgésica na tonsilectomia e adenoidectomia ainda são escassos. Portanto, novos estudos clínicos e experimentais enfocando essas associações específicas devem avaliar múltiplas medidas de desfechos, incluindo a qualidade do sono pós‐operatório. Isso pode ajudar a promover a melhor escolha na via de administração da cetamina e contribuir para a melhor recuperação e prevenção de possíveis complicações.

Conflitos de interesse

Os autores declaram não haver conflitos de interesse.

Agradecimentos

Nossos estudos são apoiados pela Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa (AFIP). ST e MLA também receberam apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Referências
[1]
H.S. Abdel-Ghaffar, A.H. Abdel-Wahab, M.M. Roushdy, A.M.M. Osman.
Preemptive nebulized ketamine for pain control after tonsillectomy in children: randomized controlled trial.
Rev Bras Anestesiol., 69 (2019), pp. 350-357
[2]
F. Chouchou, S. Khoury, J.M. Chauny, R. Denis, G.J. Lavigne.
Postoperative sleep disruptions: A potential catalyst of acute pain?.
Sleep Med Rev., 18 (2014), pp. 273-282
[3]
A. Miller, T. Roth, T. Roehrs, K. Yaremchuk.
Correlation between Sleep Disruption on Postoperative Pain.
Otolaryngol Head Neck Surg., 152 (2015), pp. 964-968
[4]
M.L. Andersen, P. Araujo, C. Frange, S. Tufik.
Sleep Disturbance and Pain: A Tale of Two Common Problems.
Chest., 154 (2018), pp. 1249-1259
[5]
O.M. Zanaty, E.L.S.A. Metainy.
A comparative evaluation of nebulized dexmedetomidine, nebulized ketamine, and their combination as premedication for outpatient pediatric dental surgery.
Anesth Analg., 121 (2015), pp. 167-171
Idiomas
Brazilian Journal of Anesthesiology

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas
es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.