Compartilhar
Informação da revista
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Carta ao editor
DOI: 10.1016/j.bjan.2019.06.001
Open Access
Disponível online o 9 Julho 2019
Tendência mundial de redução do tempo de jejum de líquidos claros em crianças: declaração do Comitê de Anestesia em Pediatria e o cenário no Brasil
Global trend on reducing clear fluids fasting time in children: declaration of the Pediatric Anesthesia Committee and the scenario in Brazil
Visitas
48
Vinicius Quintãoa,b,c,
Autor para correspondência
vinicius.quintao@hc.fm.usp.br

Autor para correspondência:.
, Marcella Malavazzib, Pedro Vanzillottac,d, Ana Carolina Ortizc,e
a Hospital das Clínicas HCFMUSP, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil
b Hospital Municipal Infantil Menino Jesus, São Paulo, SP, Brasil
c Comitê de Anestesia em Pediatria da Sociedade Brasileira de Anestesiologia, Brasil
d Hospital Municipal Jesus, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
e Hospital São Paulo, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil
Este item recebeu
48
Visitas

Under a Creative Commons license
Informação do artigo
Texto Completo
Bibliografia
Baixar PDF
Estatísticas
Texto Completo
Cara Editora:

De acordo com as Diretrizes de Jejum Pré‐Operatório da American Society of Anesthesiologists, atualizadas em 2017, a recomendação para jejum de líquidos claros em crianças é de duas horas.1 Estas orientações foram feitas com base em revisões sistemáticas da literatura, considerando o objetivo primário de reduzir a aspiração pulmonar, embora esse risco seja muito baixo em crianças saudáveis,2 e o dano resultante da aspiração de líquido claro bastante raro.3

O estudo APRICOT2 demonstrou risco de aspiração de 9,3/10.000 e nenhuma dessas crianças apresentou complicações sérias. Um estudo recente do Children's Hospital of Philadelphia4 aplicou uma metodologia de melhoria da qualidade para diminuir o tempo de jejum em crianças que seriam submetidas a procedimentos ambulatoriais. Seu principal objetivo era que esse tempo em jejum fosse menor do que quatro horas, permitindo que as crianças recebessem líquidos claros até 30 minutos após a chegada ao hospital. Os autores demonstraram uma melhoria do tempo de jejum de líquidos claros menor do que quatro horas de 20% para 63%, sem qualquer evento de cancelamento de cirurgia ou aspiração pulmonar. Considerando as diretrizes da American Society of Anesthesiologists, esse estudo foi o primeiro nos EUA a permitir jejum de uma hora em crianças.

Para os anestesiologistas que têm a maioria da prática com crianças não é incomum encontrar pacientes com tempo de jejum muito longo, de seis a 15 horas, apesar de orientação pré‐operatória adequada do jejum de duas horas para líquidos claros. No Brasil, principalmente em hospitais em que adultos e crianças são atendidos, esse tempo pode ser mais longo, o que poderia prejudicar a qualidade perioperatória.

Com base nesse raciocínio e evidências da literatura, a European Society For Paediatric Anaesthesiology (ESPA), junto da L’Association Des Anesthesistes‐Reanimateurs Pediatriques d’Expression Francaise e da Association of Paediatric Anaesthetists of Great Britain and Ireland, endossaram uma nova declaração que reduz o jejum de líquidos claros de duas para uma hora.5

De acordo com a nova declaração da ESPA,5 recomenda‐se oferecer 3mL.kg‐1 (peso predito) de líquidos claros. Uma maneira prática seria oferecer 55mL para crianças de um a cinco anos, 140mL para crianças de seis a 12 anos e 250mL para os maiores de 12 anos. As contraindicações devem ficar a critério do anestesiologista e/ou da equipe cirúrgica, como refluxo gastroesofágico, insuficiência renal, paralisia cerebral, enteropatias, diabetes mellitus e/ou contraindicações cirúrgicas.

A declaração da ESPA5 foi publicada em fevereiro de 2018 e endossada pela European Society of Anaesthesiology e SPANZA (Society for Paediatric Anaesthesia of New Zealand and Australia) em março de 2019.3,6 Em abril de 2019, a Sociedade Canadense de Anestesia Pediátrica declarou: “Os pacientes pediátricos devem ser encorajados e autorizados a ingerir líquidos claros até uma hora antes de anestesia ou sedação eletiva” e endossou a nossa declaração europeia.7

Como a Sociedade Brasileira de Anestesiologia não tem diretrizes específicas, cada hospital ou departamento de anestesia define seu tempo de jejum de acordo com a literatura atual. A American Society of Anesthesiologists ainda não se pronunciou sobre essas novas declarações feitas pelas sociedades da Europa, do Canadá e da Austrália/Nova Zelândia e mantém suas recomendações de tempo de jejum de duas horas para líquidos claros.

Acreditamos que devemos estar cientes de tais mudanças e fazer uma escolha entre ser conservadores e esperar por um grande estudo observacional multicêntrico para solidificar essa nova afirmação, ou endossar essas importantes sociedades que já reduziram o tempo de jejum de líquidos claros de duas para uma hora.

Conflitos de interesse

Os autores declaram não haver conflitos de interesse.

Referências
[1]
[No authors listed] Practice Guidelines for Preoperative Fasting and the Use of Pharmacologic Agents to Reduce the Risk of Pulmonary Aspiration: Application to Healthy Patients Undergoing Elective Procedures: An Updated Report by the American Society of Anesthesiologists Task Force on Preoperative Fasting and the Use of Pharmacologic Agents to Reduce the Risk of Pulmonary Aspiration.
Anesthesiology., 126 (2017), pp. 376-393
[2]
W. Habre, N. Disma, K. Virag, K. Becke, T.G. Hansen, M. Jöhr, et al.
Incidence of severe critical events in paediatric anaesthesia (APRICOT): a prospective multicentre observational study in 261 hospitals in Europe.
Lancet Respir Med., 5 (2017), pp. 412-425
[3]
N. Disma, M. Thomas, A. Afshari, F. Veyckemans, S. De Hert.
Clear fluids fasting for elective paediatric anaesthesia: The European Society of Anaesthesiology consensus statement.
Eur J Anaesthesiol., 36 (2019), pp. 173-174
[4]
R. Isserman, E. Elliott, R. Subramanyam, B. Kraus, T. Sutherland, C. Madu, et al.
Quality improvement project to reduce pediatric clear liquid fasting times prior to anesthesia.
Paediatr Anaesth., (2019),
[5]
M. Thomas, C. Morrison, R. Newton, E. Schindler.
Consensus statement on clear fluids fasting for elective pediatric general anesthesia.
Paediatr Anaesth., 28 (2018), pp. 411-414
[6]
D. Linscott.
SPANZA endorses 1‐hour clear fluid fasting consensus statement.
Paediatr Anaesth., 29 (2019), pp. 292
[7]
D. Rosen, J. Gamble, C. Matava, Canadian Pediatric Anesthesia Society Fasting Guidelines Working Group.
Canadian Pediatric Anesthesia Society statement on clear fluid fasting for elective pediatric anesthesia.
Copyright © 2019. Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Idiomas
Brazilian Journal of Anesthesiology

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas
es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.