Compartilhar
Informação da revista
Compartilhar
Compartilhar
Baixar PDF
Mais opções do artigo
Carta ao editor
DOI: 10.1016/j.bjan.2019.03.003
Open Access
Disponível online o 12 Julho 2019
Farmacogenômica do sevoflurano: papel no delirium do despertar
Pharmacogenomics of sevoflurane: role in emergence delirium
Visitas
43
Abhijit Nair
Basavatarakam Indo‐American Cancer Hospital and Research Institute, Department of Anesthesiology, Banjara Hills, Telangana State, India
Este item recebeu
43
Visitas

Under a Creative Commons license
Informação do artigo
Texto Completo
Bibliografia
Baixar PDF
Estatísticas
Texto Completo
Cara Editora,

Lemos com interesse o estudo prospectivo observacional feito por Ramroop et al.1, em que os autores pesquisaram a incidência de delirium do despertar após anestesia com sevoflurano em pacientes adultos. Depois de analisar os dados do estudo, os autores concluíram que os fatores responsáveis pelo delirium do despertar após sevoflurano são: pacientes idosos (idade>65 anos), cirurgias de emergência, cirurgias de longa duração, etnia africana e número de tentativas de intubação. Outra explicação possível que deve ser considerado comoresponsável pelo delirium do despertar após anestesia com sevoflurano é o perfil farmacogenômico dos pacientes.

O metabolismo e a excreção são as vias de eliminação dos agentes anestésicos inalatórios, inclusive do sevoflurano. O único anestésico inalatório metabolizado por biotransformação enzimática era o metoxiflurano, que não está mais em uso clínico. Menos de 5% do anestésico inalatório é metabolizado no corpo e a eliminação é feita predominantemente pelos alvéolos pulmonares2. O sevoflurano tem eliminação parcial mínima (até 2%) pela biotransformação mediada pela enzima CYP2E1 que pertence à família do citocromo3.

Variações genéticas na CYP2E1 foram descritas, mas a porcentagem de eliminação do sevoflurano por essa enzima parece insignificante isoladamente. Porém, essa contribuição da CYP2E1 pode ter resultados clínicos importantes na forma de delirium do despertar em pacientes com os fatores acima mencionados, descritos pelos autores com base em sua análise dos dados após a anestesia com sevoflurano. Até o presente momento, não há dados sobre variações nos genes que controlam a família do citocromo P4504. Park et al.5 sugeriram a possibilidade de um polimorfismo genético do ácido gama‐aminobutírico (Gamma‐aminobutyric acid – GABA) R2 que afetaria o desenvolvimento de agitação ao despertar quando sevoflurano é usado em pacientes pediátricos. Contudo, esse polimorfismo não foi avaliado ou pesquisado em pacientes adultos.

Para concluir, acreditamos que a causa do delirium do despertar após anestesia com sevoflurano seja multifatorial em adultos. Além disso, as variações farmacogenéticas na CYP2E1 podem ter um papel significativo nessa manifestação indesejada do uso de sevoflurano durante a anestesia geral.

Conflitos de interesse

O autor declara não haver conflitos de interesse.

Referências
[1]
R. Ramroop, S. Hariharan, D. Chen.
Emergence delirium following sevoflurane anesthesia in adults – a prospective observational study.
[2]
J.S. Yasny, J. White.
Environmental implications of anesthetic gases.
Anesth Prog, 59 (2012), pp. 154-158
[3]
M. Cohen, S. Sadhasivam, A.A. Vinks.
Pharmacogenetics in perioperative medicine.
Curr Opin Anaesthesiol, 25 (2012), pp. 419-427
[4]
R.K. Bains.
African variation at Cytochrome P450 genes: evolutionary aspects and the implications for the treatment of infectious diseases.
Evol Med Public Health, 2013 (2013), pp. 118-134
[5]
C.S. Park, C. Shin, H. Jin Park, et al.
The influence of GABA A g2 genetic polymorphism on the emergence agitation induced by sevoflurane.
Korean J Anesthesiol, 55 (2008), pp. 139
Copyright © 2019. Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Idiomas
Brazilian Journal of Anesthesiology

Receba a nossa Newsletter

Opções de artigo
Ferramentas
es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.